Google+ Followers

domingo, 11 de maio de 2014

AS NOTICIAS VIRARAM CIRCO

Imagem de Internet

Panem et circenses [ludos] é a forma acusativa da expressão latina panis et circenses [ludi], que significa "pão e jogos circenses", mais popularmente citada como pão e circo. Esta foi uma política criada pelos antigos romanos, que previa o provimento de comida e diversão ao povo, com o objetivo de diminuir a insatisfação popular contra os governantes.
Em uma visão mais tradicional, a expressão serviu para expressar que os romanos viviam em meio a espetáculos sangrentos, como os combates entre gladiadores, que eram promovidos nos anfiteatros para divertir a população; além disso, pão era distribuído gratuitamente para a população. A produção historiográfica mais recente tem relativizado esta visão tradicional1 .
O custo desta política foi enorme, causando elevação de impostos e sufocando a economia do Império2 .
A frase teria sua origem nas Sátiras de Juvenal, mais precisamente na décima (Sátira X, 77–81):
… iam pridem, ex quo suffragia nulli uendimus, effudit curas; nam qui dabat olim imperium, fasces, legiones, omnia, nunc se continet atque duas tantum res anxius optat, panem et circenses.
O texto acima foi copiado na WIKIPÉDIA e evita que eu, preguiçoso como sempre, tivesse que digitar algo semelhante.

Mas hoje temos algo mais complexo e eficaz para "distrair" o populaccio. Manter o eleitor quieto, até que faça sua parte nas urnas, é uma tarefa delegada a especialistas de alto coturno, os chamados MARKETEIROS POLÍTICOS. E estes estão se esmerando a olhos vistos. Muitos se tornaram especializados em segmentos da população. Aqueles que atuam no CIRCO propriamente dito, já não fazem mais verão. São identificados rapidamente e perdem um pouco o efeito do trabalho realizado. Alguns se especializaram em criar factóides, nem sempre identificados rapidamente pelos atingidos, e, mesmo desmentidos depois, essas "notícias" fazem o efeito desejado: inocularam alguma informação na cachola de outros "formadores de opinião".

Mas, os mais eficientes e eficazes Marketeiros da nova era são aqueles que usam notícias reais para causar. Conseguiram se infiltrar em todas as formas de Mídia e usam e abusam das tragédias sociais para manter o terrorismo em dia. Assim como os antigos embates sangrentos nas Arenas, o noticiário "realidade" mantém a platéia ligada, com os nervos à flor da pele, achando que o sangue, ou a violência, poderá saltar da telinha para dentro da sua sala de visitas.

Claro que essas técnicas não são novas. Apenas estão sendo aperfeiçoadas e usadas pelos grupos que buscam o Poder de Governar a qualquer preço. No caso Brasileiro, não é estranho que as verbas de Publicidade é maior que verbas que, se usadas corretamente, seriam fator importante de diminuição da ignorância e da miséria, que é efeito dessa Técnica de Controle Social.



quarta-feira, 7 de maio de 2014

O Caos se instalando no Brasil



Até mesmo os menos antenados com a atual situação social já percebeu que certos fatos estão se tornando tão corriqueiros que até parece que tem alguém orquestrando.

Pois não parece, não, meus caros leitores. TEM SIM. E não é apenas “orquestrando”, mas comandando e produzindo fatos cada vez mais graves para a quebra das regras sociais.

Ações violentas estão pipocando feito sarampo em todo o Território Brasileiro. Os Juízes não estão dando conta de atender todas as “poucas” demandas que lhes chegam à mesa. 

Poucas, pois a polícia não consegue terminar a maior parte dos inquéritos para que possam ser julgados. Quando muito, elegem alguns emblemáticos crimes que fazem a alegria da Mídia, e se debruçam neles até que caiam no esquecimento por outro mais recente.

Agora temos vários ao mesmo tempo. A população “pacífica” sendo massacrada pela policia “despreparada” que foi instalada nas UPPs. O Linchamento de pessoas que nem sempre são criminosas (vide a moça do Guarujá). Bandidos fazendo justiça e, para eles, matar policial é justo, pois policial mata bandido. Invasões de áreas públicas e privadas, sob a alegação que os alugueres estão caros. Índios, que nunca produziram nada, além de mandioca e colares para vender aos turistas, “retomando” terras que foram dos antepassados. Mas curiosamente são terras produzindo alimentos a várias gerações de pioneiros que se embrenharam nas matas para cultivar. Ou então invadirem áreas de preservação, desde que estas sejam bem localizadas, ao lado de empreendimentos onerosos e transformadores da região.

Os “pulíticos” fazendo composições esdrúxulas, tentando ficar na governança deste caos que está se instalando não tão aos poucos.

Os muito mais velhos ainda lembram que em 63 e 64 a situação era bem parecida. E por causas semelhantes tivemos que amargar anos de DITADURA disciplinadora que hoje é execrada em nome da DEMOCRACIA CAÓTICA QUE ESTÁ VOLTANDO SOB A ÉGIDE DA PROPRIA LEI MAIOR DO PAÍS.


Que DEUS e os homens de boa vontade nos ajudem. Nós não queremos nos VENEZUELAR e muito menos CUBANIZAR. 

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Esse Rei está nu !!!

Imagem de Internet

O atual sistema Político Brasileiro está ficando uma gracinha, como diria Hebe Camargo se ainda estivesse entre nós.

Convenceram o indivíduo que ele seria um eleito, filho dos Deuses Mágicos, que baixam no terreiro, dão alguns passes e resolvem os problemas, quaisquer que sejam eles.

Em caso de ser um consumidor, o indivíduo não precisa nem pagar a conta caso se sinta incomodado pelos chatonildos que o atenderam. Ameace-os com a cartilha dos DIREITOS DO CONSUMIDOR.

Em caso de ser paciente em algum hospital público, pode se impacientar à vontade caso seu caso seja apenas mais um em meio a tantos outros milhares que estejam na fila de espera.

Caso cometa um crime, mesmo que seja "notado" por testemunhas ou câmeras de "segurança", não poderá ser preso antes que seu caso seja apreciado no SUPREMO. E isso leva décadas, claro.

Caso seja vítima de assalto ou sequestro, não deve reagir . E, caso tenha reagido e sido ferido ou morto na "ação", isso será uma atenuante ao assaltante, em caso de este ser preso.

Sua rua está fora dos padrões FIFA ? Chute o balde, bote fogo num ônibus, quebre a fachada de um banco...sei lá...mas não deixe barato. 

A condução está sempre lotada de outra gente igualzinha a você ? A Culpa é desses incompetentes que você elegeu, é claro. 

Enfim, você é um consumidor, um cidadão que paga seus impostos ( mesmo que nem tenha ideia de quais e quantos são ) tem todos os direitos assegurados por leis divinas. Portanto não abra mão deles, e nem se deixe enganar além do necessário. 

E, se algum garotinho sardento gritar que você está nu em meio a outros tantos nus na multidão, não acredite. Esse garotinho é um capetinha oposicionista, com certeza. 


segunda-feira, 7 de abril de 2014

Porto Seguro sem Jornais Impressos.


Neste Sete de Abril, em que comemoramos o Dia do Jornalista, descubro que a data foi instituída em homenagem a uma figura emblemática dessa profissão honrada. 
Constato que, apesar de o mundo estar refém da chamada MÍDIA ELETRÔNICA E DIGITAL, ainda é a Mídia Impressa que faz a diferença quando é preciso abalar as esferas do poder.

Constato também, que na VENEZUELA, "nosso modelo" de governança e Democracia, o Governo não permite a importação de Papel Jornal, e a mídia restante, sob censura, ou mantida pelo todinho, não está informando o povo sobre os acontecimentos do País. Que em breve será uma Cuba com Petróleo. 

Constato, para tristeza de quem gosta de jornais que, em Porto Seguro, os únicos veículos que ainda estão sendo impressos, são um zero à esquerda em matéria de informações ou assuntos que poderiam causar debates. E que são distribuídos gratuitamente. E mesmo assim ninguém (ou quase) os lê. Um tempo de Lullo Petismo Bolivariano que se alastrou pelo continente?

Abaixo, um breve relato sobre o dia de hoje.

Este é o dia oficial da profissão de jornalista. Esta comemoração foi criada pela Associação Brasileira de Imprensa como homenagem a GIOVANNI BATTISTA LIBERO BADARÓ.
Giovanni Badaró foi médico e jornalista, e foi assassinado no dia 22 de novembro de 1830, em São Paulo, por alguns dos seus inimigos políticos. O movimento popular que se gerou por causa do seu assassinato levou a que D. Pedro I abdicasse em 1831, no dia 7 de abril.
Foi só em 1931, cem anos depois do acontecimento, é que surgiu a homenagem e o dia 7 de abril passou a ser “Dia do Jornalista”.

sábado, 5 de abril de 2014

Acabaram com a inteligência no Brasil?

ENTREVISTA OLAVO DE CARVALHO:


Por Marcel van Hattem

Por ousado que sou, farei alguns comentários e notas no próprio texto. Mas sem alterar o sentido, é claro. Acho que Olavo de Carvalho merece ser respeitado e acompanhado. Um dos poucos que fala claro sobre a cucuia em que nos metemos.
Don Giovanni.

A pesar de assumir rótulos tidos como repulsivos pelo que chama de establishment esquerdista na mídia, na cultura e na política brasileira, Olavo de Carvalho é um fenômeno virtual no País. Residindo há quase uma década nos Estados Unidos, o Jornalista e Filósofo tem um público fidelíssimo no Brasil,  e grande parte dele foi conquistada nos últimos anos, pela internet.  Somente no Facebook ele possui mais de 50 mil seguidores em seu perfil. Sua fama na internet intensificou-se a partir de 2007, com o seu Seminário On-line de Filosofia. 
“Eu achava que teríamos uns 100 alunos. Hoje temos mais de 3 mil de todo o Brasil e do exterior também”. 

Com vasta obra publicada, seu recente livro O MÍNIMO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NÃO SER UM IDIOTA, organizado por Felipe Moura Brasil e publicado pela Record, continua aparecendo nas listas dos livros mais vendidos. 
Em entrevista exclusiva à REVISTA VOTO, concedida da sua casa na Virgínia, Olavo de Carvalho fala sobre política, cultura e por que não quer voltar ao Brasil.  Nunca mais. 

O senhor é hoje considerado uma das mais importantes vozes do conservadorismo no Brasil. Tem percebido também um aumento no número de núcleos conservadores no País?
Sim, formidavelmente. Durante muito tempo, fiquei totalmente sozinho.
Era um negócio tão esquisito que as pessoas nem entendiam o que eu estava falando. Aos poucos, começaram a ler mais, a se interessar. Hoje é muita gente. Pelas pesquisas feitas pela Folha de S. Paulo, você vê que o público brasileiro é acentuadamente conservador. Ele só não tem canais, não tem liderança, não tem porta-voz. Agora já tem alguns. Não propriamente na política, mas no jornalismo e na internet, na cultura. 

Curiosamente antes de aparecer Olavo de Carvalho na Mídia Virtual, todos no Brasil achávamos que o Governo estava fazendo aquilo que podia. Mesmo errando, tínhamos que engolir, pois ele fora eleito DENTRO DAS NORMAS DEMOCRÁTICAS VIGENTES. 


E por que, na sua opinião, não há conservadores na política brasileira?
Isso começa já no tempo dos militares. Os militares, em vez de incentivar alguma política liberal ou conservadora, eles simplesmente mataram a política. Eles tinham uma ideia tecnocrática, remotamente inspirada no positivismo de Augusto Comte, que dizia que os problemas políticos deveriam ser resolvidos pelo método científico. Mais ainda: todas as organizações da sociedade civil que participaram do movimento de 64 foram definhando, o governo as deixou às traças. Então, não só desapareceu a política como também as lideranças da sociedade civil e abriu um espaço para as lideranças comunistas ocuparem. A guerrilha foi eliminada, mas a esquerda pacífica, entre aspas, ocupou todos os espaços. Podemos dizer sem sombra de dúvidas que a esquerda dominou completamente a mídia e as universidades já durante a época da ditadura, sem que o governo nada fizesse para impedir isso, nem mesmo no embate cultural. A Petrobras era a 12ª empresa no mundo e hoje é a 120ª, e o grande período de decadência tem sido nestes últimos anos. 

Essa é uma parte muito misteriosa do período Militar no Brasil. Afinal, eles permitiram a escalada esquerdista quando nos devolveram um País quase Histérico, onde acreditamos que a volta das Diretas seria a panacéia para todos os problemas, né ?

A que o senhor computa isso?
Quando um político revolucionário, comprometido com o movimento revolucionário continental como o Foro de São Paulo, assume o governo do País por vias democráticas, ele tem que atender simultaneamente a dois tipos de compromisso: ele sobe lá com um programa que ele precisa cumprir e, por baixo disso, ele tem uma outra série de compromissos que é com o próprio movimento revolucionário. Esses compromissos com o movimento são muito mais fortes do que os outros. Ele vive em um regime de dupla lealdade. Quando o Lula assume, ele A feiura no Brasil já virou valor. Você tem a feiura estética, na indumentária, na música. A feiura na esculhambação e no esculacho geral. Tem um programa econômico, mas por baixo disso tem o plano de implantar o socialismo.  Para implantar o socialismo, você tem que ter uma política dúbia, que por um lado mantém a economia mais ou menos funcionando, para não criar hostilidade popular, mas que por baixo esteja solapando tudo. E criando crise social. Ninguém vai entender o Lula, os governos do PT, se os encarar de uma maneira linear. Raciocinar de maneira dialética, pensar em dois planos, isso é da tradição do movimento revolucionário. 

Outro mistério, que beira a Teoria da Conspiração, é entender essa dicotomia.

Nesse sentido, o Brasil pode estar seguindo o mesmo rumo da Venezuela?
Pior. Pior porque na Venezuela você tem uma imensa oposição organizada, ativa, e no Brasil você não tem nada.  No Brasil, os próprios militares desmantelaram a direita brasileira. E os protestos de junho não podem ser comparados ao que acontece hoje na Venezuela? Não, não podem pelo seguinte: há uma insatisfação enorme por causa de imposto, mau serviço público, falta de segurança O Brasil tem 70 mil homicídios por ano, uma coisa absurda! Os movimentos de junho foram criados pelo próprio pessoal do Foro de São Paulo para acirrar as contradições e encerrar a fase de transição, que foi o governo Lula, e passar para a implantação do socialismo. Esta era a ideia. Botaram a garotada na rua, treinaram uma parte para gritar, outra para fazer depredação. Uma parte da população saiu voluntariamente à rua, ocupando mais espaço do que a militância treinada. É um acontecimento inédito, nunca houve uma manifestação espontânea desse tamanho em país algum. Não tinha liderança, não tinha organização, não tinha coisa nenhuma. Só o pessoal da esquerda que tinha. 

Mais grave que isso, só aguardando os resultados pra  ver se é isso mesmo.

Os rumores de que lula poderia voltar a se candidatar à Presidência da República têm fundamento?
É bem possível. Acho que ele quer, quer muito. Ele é isso. Toda a vida dele foi feita para ele virar o que ele virou. Ele não é capaz de fazer outra coisa. O que o Lula vai fazer? Escrever as memórias? Vai abrir uma empresa?

Aqui eu discordo do Professor: Lulla está sendo preservado para assumir algum cargo monumental assim que a PÁTRIA GRANDE SE TORNAR IRREVERSÍVEL. Na pior das hipóteses, ele estará ao lado do Panteão dos Heróis: Bolívar, Chaves, Fidel, Chê e outros menos votados. Além do mais, ele sabe que o próximo governo, seja quem for, vai amargar uma crise sem precedentes no Brasil. E, quem sabe, precise ser usada força para controlar as pessoas nas ruas.

Seu livro, organizado por Felipe moura Brasil, é intitulado O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota. Quem é o idiota? 
Em princípio, todo mundo no Brasil é idiota até prova em contrário. Por quê? Este é um país que odeia o conhecimento. Há mais de dez anos nossos alunos da escola secundária tiram sistematicamente os últimos lugares em todos os testes internacionais, abaixo de estudantes do Paraguai, da Serra Leoa, de Uganda. Então, dizer que o brasileiro é o povo mais burro da face da Terra não é exagero nenhum, é uma questão de estatística.  As pesquisas mostram que entre 35% e 50% dos nossos universitários são analfabetos funcionais.  Ou seja: é esse pessoal que está sendo diplomado. Os nossos professores  universitários, os nossos advogados, nossos sociólogos, filósofos, todos analfabetos funcionais! Então, é claro que é um bando de idiota. Não estou xingando, é uma constatação quantitativa. 
Isso quer dizer que, com o desaparecimento da alta cultura no Brasil para ser máquina de propaganda do PT, acabaram com a inteligência do Brasil. 

Muitas pessoas que lerão esta entrevista acharão que o senhor é muito radical e muito pessimista. 
Então, está bem! Na primeira vez em que foi noticiado que nossos estudantes do secundário tinham tirado último lugar nos testes internacionais, o ministro da Educação à época disse: Poderia ter sido pior.  Como assim, tem algum lugar abaixo do último?
Isso é que é um otimista no Brasil! Abaixo do último não tem pra onde cair. Quando você chega a 70 mil homicídios por ano, o que você espera que aconteça? Quem pode ser otimista diante de uma coisa dessas? Estou discutindo uma questão objetiva, fatos e números. Aí o sujeito vai dizer: ?Você é muito radical?. Quer dizer, se eu fosse menos radical, o número de homicídios diminuiria? Isso é puro raciocínio mágico. 

Mas qual é na sua opinião a saída para o Brasil?
 
A única saída possível é o pessoal liberal e conservador começar do começo: tentar começar a organizar a sociedade civil desde as suas bases mais modestas e locais. Experimentem tomar um sindicato, uma redação de jornal, uma organização religiosa. Mas eles não querem.  
Os comunistas começaram no pequeno, tomando as organizações da sociedade civil há mais de 60 anos, e foram crescendo. Só que os liberais e conservadores não querem fazer, querem chegar por mágica, querem dominar o País sem terem dominado a sociedade civil. 
Isso nunca vai dar certo.

O senhor está há nove nos EuA e não retornou para o Brasil... 

Nenhuma vez e não volto mais aí. 

O que o faria voltar?
Nada. Absolutamente nada. Eu não pisarei mais nesse País. Já me esforcei muito por esse País e continuo me esforçando. Só que você ficar aí dentro é você ficar impotente. Daqui de fora dá para fazer alguma coisa, daí não dá para fazer nada. 

Um auto exilado

Mas o que move o senhor a continuar o trabalho relacionado ao Brasil, apesar de estar nos EUA e não querer voltar ao País?

É a minha vida, tudo o que estou fazendo é pelo Brasil. Eu só não quero ser contaminado pela loucura, mas preciso fazer algo pela reabilitação da cultura brasileira. Os escritos de alunos meus que começaram a aparecer recentemente, do Felipe Moura Brasil, do Rafael Falcon, do Gustavo Nogy, do Flavio Morgenstern, e vários outros, esse pessoal está em um nível infinitamente superior ao da média dos universitários e jornalistas brasileiros. Sem alta cultura não dá para fazer nada. Não dá para fazer política. Dizia o poeta austríaco Hugo von Hofmannsthal: Nada está na política de um país que não esteja primeiro na sua literatura. Sem restauração da alta cultura é bobagem pensar em política. Quantos debates houve no Parlamento a respeito dos 70 mil homicídios por ano? Nenhum. Falam genericamente de violência. Mas não se trata de violência, se trata de crime. Os caras estão lá discutindo o quê? Direito dos gays, bullying contra gays nas escolas. 

Precisamos dar um jeito nisso aí. 

terça-feira, 1 de abril de 2014

VAI PERDER A HORA DA BIRIBA ?

 Caros amigos:

A Hora da Biriba, um quadro do Programa "PASSANDO A LIMPO" na Rádio Brilho do Sol, 104  http://www.radiobrilhodosol.websom.net/ está em novo Horário: 11:00 Horas



Não percam se quiserem constatar que os mentirosos sempre tem rabos compridos.




Torturados ou Hipócritas?


É sempre uma tarefa ingrata contrariar a opinião formada de alguém em particular. Se a opinião é popular então, é quase um suicídio tentar mostrar que as coisas “não são bem assim”.

Imaginem como é quase impossível defender os Militares que fizeram a chamada “Revolução de 64”, segundo eles. Ou “Golpe Militar”, segundo os esquerdistas em geral.  

Os Esquerdistas que foram dominados nos chamados “anos de chumbo” acabaram vencendo a guerra, e hoje estão dando as cartas nos diversos segmentos sociais do Brasil. e não só no Brasil, mas na América Latina inteirinha.

Meu comentário vai ficar restrito ao Brasil para economizar o tempo dos meus caros leitores. Mas garanto que o Continente está na mesmíssima situação pré Revolucionária. E, em muitos países eles já venceram e botaram as manguinhas de fora, ignorando o tal Regime Democrático que usaram para chegar lá.

Os Militares usaram seus deveres constitucionais daquela época para impedir que um Governo Legítimo implantasse a tal Cubanização no Brasil. Foram chamados e apoiados por grande parte da Sociedade Civil, que temia o Regime Comunista.

No princípio fizeram seu trabalho sem nenhuma resistência. Tanto é verdade que os principais Líderes do Golpismo Vermelho se escafederam sem nem precisarem levar um tapa na orelha. Isso o leitor poderá pesquisar nos Jornais da Época. Os de hoje trazem uma história revista e reescrita bem ao gosto dos Comunistas Internacionais.

Mas, como sempre acontece, alguns Militares, ou prepostos, se arvoraram de Guardiões do Palácio e passaram a perseguir quem não se conformou com o resultado do Ato.

Com o passar do tempo, alguns inconformados começaram ações “revolucionárias”, assaltando, sequestrando, explodindo bombas (que não eram de festas Juninas) e outros atos violentos, como assassinar pessoas pelo simples fato de serem representantes de algo que a Esquerda costuma odiar. E isso fez com que o poder de alguns milicos e seus esbirros se mostrasse perverso. Como justificativa havia a urgência de descobrir os chamados Guerrilheiros financiados pelo “Ouro de Moscou”. Enfim, uma guerra declarada.

Eu conheci pessoas que foram trucidadas pelos “guerreiros dos milicos”. Gente que sumiu do mapa sem deixar vestígios. Gente que apanhou feito cachorro louco. E conheci alguns desses “guerreiros” também. Qualquer barbudinho corria o risco de ser confundido com um agente de Fidel Castro. Eu ostentei durante algum tempo, uma imitação de Che Guevara como modo de mostrar valentia ou destemor. Mas nunca levei mais que algumas borrachadas em passeatas ou em baculejos comuns naquela época.

Hoje eu vejo essa histeria contra os Militares e noto que a maioria acredita que eles TORTURAVAM PESSOAS INOCENTES por puro prazer. Não é bem assim. Eu posso garantir. Mas quem está interessado em saber a verdade?

A História é escrita – ou reescrita – pelos vencedores. E os vencedores estão vivos, ricos e dando as cartas, implantando um projeto bastante semelhante aos que os Comunistas queriam implantar em 64 e foram impedidos.

Tomara que não seja necessário chamar os Militares de volta. Tomara.



Era Primeiro de Abril



Amigos, ontem anunciei que estaria deixando de postar e comentar nas Redes Sociais.

“venho, pela presente, informar que estou deixando de postar, comentar e compartilhar qualquer coisa nas chamadas redes sociais."

Claro que foi uma tentativa (frustrada) de fazer uma gracinha de Primeiro de Abril. 
Tirante uns dois ou três amigos que ligaram a data ao post, outros dois ou três amigos lamentaram minha decisão. 

Não é tão fácil se livrar de um vício que me acompanha desde os tempos de Colégio. Até o cigarro foi mais fácil de largar.

Minhas opiniões são quase sempre embasadas por algum vislumbre de lógica. Nem sempre são coincidentes com aquilo que a versão do fato corrente é vendida como favas contadas. 

Isso incomoda a maioria dos leitores e "debatedores". Mas eu não tô nem aí pra maioria. Em geral são pessoas consideradas "Maria vai com as outras". Basta que a versão “oficialesca” seja passada pela Mídia que mais faz barulho (em geral aquela muito bem paga).

Mas quero dizer que, apesar de não ter feito mossa, a brincadeirinha de Primeiro de Abril me fez decidir voltar aos BLOGS, e usar as conexões com o FEICE, o G+ e o TWITTER apenas como apoio. 

Claro que as provocações (provocar ações) serão respondidas sempre que houver necessidade. Afinal, não posso ignorar as batalhas contra a ignorância que me move desde criancinha.

Portanto, “tamos ai”.

Ultima postagem !





Caros amigos de FEICE, leitores, debatedores, opositores e outros tantos "ores", entre os quais destacaria uns três ADMIRADORES, venho, pela presente, informar que estou deixando de postar, comentar e compartilhar qualquer coisa nas chamadas redes sociais.

Sem querer entrar em detalhes "motivacionais" pelo presente gesto, faço, nesta ÚLTIMA POSTAGEM, algumas declarações de arrependimento por inúmeras desavenças nas quais eu e MEUS PERSONAGENS participamos ao longo destes quase sei lá quantos anos. 

Declaro também que foi aqui que aprendi a gostar de pessoas que sequer sei se são de verdade ou FAKES. Alguns se apresentam tão verdadeiros que tanto faz sua identidade. Aprendi também a detestar pessoas que querem se mostrar o que nunca terão a coragem de ser: VERDADEIROS. 

Enfim, este gesto não representa uma tomada repentina de decisão. Ela, a decisão, já estava quase pronta, só faltando o momento de executa-la. E o momento é este.

Parto para terminar alguns textos que reclamam um epílogo decente. E, estando envolvido nas Redes Sociais, o trabalho é quase impossível. As Redes são dinâmicas e nos envolvem de tal maneira que fica impossível concluir qualquer coisa que não seja o debater que vicia.

Se eu volto, não sei. Mas, por via das dúvidas deixarei as contas abertas caso tenha uma recaída. Eu tive a triste experiência de ser viciado em cigarros, desses comuns mesmo. E ainda lembro de quantas vezes tentei largar o maledetto vício. Foi duríssimo. A síndrome de abstinência foi matante. Mas eu a superei quando decidi que era ela ou eu. E. Baseado na mesma experiência, faço o mesmo em relação às redes.

Entonce, fiquem bem. Estarei em meus bons e velhos imeiols caso um contato seja necessário.


Don Giovanni e Manuel Fernandes. 

quinta-feira, 27 de março de 2014

A Serpente já nasceu.




As revoltas populares no Brasil estão se tornando coisa normal. 

Mas alguém que pergunta como isso é possível, qual  resposta poderia receber ? 

Eu não acredito em acasos. Não neste caso. Isso é um efeito muito bem planejado para acelerar o processo de tomada de poder pelas FORÇAS BOLIVARIANAS na América Latrina. *** LATRINA MESMO !!!  

Muito sutilmente, e acobertadas pela mídia mais popular, aquela que a classe "média petista" vê, as reações violentas a qualquer coisa que pareça contrariar os DIREITOS DETERMINADOS EM GABINETES POLÍTICOS, se tornaram corriqueiras no território Brasileiro, assim como no restante dos Países que estejam alinhados com o ideal social comunista. 

Uma evidência é a "novidade" no uso das forças armadas para a "tomada" de um complexo de favelas no Rio de Janeiro.  A população se sente atacada e acaba se revoltando, acreditando que os Traficantes são mais adequados para os governar e proteger.



Algum distraído poderia pensar:  MAS ISSO NÃO PREJUDICA O GOVERNO ?  QUAL GOVERNO , Ó CARAPÁLIDA ?  Os Comunistas são especialistas em detonar "companheiros" para que se possam mostrar justos com o IDEAL que pregam. Os líderes são tão obedientes aos preceitos que os governam que mas parecem oriundos de seitas fundamentalistas. E Dilma é apenas uma "cumpanheira" que não deu certo. 

Eu acredito que já estamos na garganta do Dragão. E, sair dela, só se algum cometa colidir com a Terra. Não vejo modo de reagir a esse destino fatal. 

Eles venceram. 

Leiam também:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153859544695311&set=a.221519985310.272087.512265310&type=1